Blog do Renato

Por LUIZ FERNANDO DE PAULA e
ELIAS M. KHALIL JABBOUR

Em artigo publicado nesta “Ilustríssima”(jornal Folha de S.Paulo) Marcos Lisboa e Samuel Pessôa afirmam que, enquanto os economistas tradicionais preferem a evidência dos dados, os heterodoxos desprezam os métodos estatísticos e partem aprioristicamente das conclusões, depreendendo que “nos principais centros da academia internacional, o debate deve ser resolvido pela evidência estatística dos dados disponíveis”.
Ainda segundo os autores, os primeiros consideram que o desenvolvimento econômico decorre da produtividade, ao passo que os heterodoxos –em especial na vertente estruturalista– sustentam que ele resulta do crescimento de atividades produtivas específicas, estimuladas por políticas setoriais.
Argumentam ainda que, para muitos heterodoxos brasileiros, o gasto público é sempre eficaz caso a economia se encontre em recessão, como em 2015 –ao que eles se contrapõem sustentando que, na realidade, a expansão dos gastos públicos nos últimos sete anos contribuiu para a crise atual.
A “miséria…

Ver o post original 2.781 mais palavras

Anúncios